Narcisista Preguiçoso

ovidioCogito cogito ergo cogito sum3 Comments

Essa flor se acha mais bonita que as outras

Essa é a doença que figura na capa do manual de diagnóstico de resmungões e chorões.

O mimimi é um de seus principais sintomas.

Eu encontrei essa definição, narcisista preguiçoso, lendo uma recomendação de meu editor favorito, e considerei-a perfeita para enquadrar um mal que tem assolado essa geração.

A característica narcisista é aquela óbvia. Eles são pessoas que se acham o umbigo do universo.

Você deve escutar o que ele tem a dizer, a opinião dele é a correta e sempre sabe mais e melhor de seus sentimentos do que você mesmo. É aquele que quer ter o melhor emprego, a última palavra numa discussão e falar mais alto na mesa de bar.

É o amigo que tem a memória mais precisa sobre aquela história antiga, se orgulha de fazer o melhor misto quente que você pode provar, e com certeza conhece TUDO sobre aquele assunto que você ainda vai comentar.

Sabe o cara que sempre tem CERTEZA se foi impedimento ou não, antes mesmo de conferir no VT? Esse é um narcisista.

Quem almeja um patamar tão elevado, certamente deve dedicar todos seus esforços pra atingir esse nível de excelência.

Você deve estar pensando que esse narcisita é alguém ultra esforçado e dedicado. Mas aí você se lembra da segunda parte do título e passa a sentir pena.

Esse tipo específico de narcisista é aquele que ainda não aprendeu a relação entre esforço e resultado.

Acha que pode esbravejar com o mundo, apontar e criticar todos os defeitos dos outros, contanto que mamãe e papai continuem pagando suas contas, lavando sua roupinha e preparando sua comidinha.

A preguiça é tanta que, quando é necessário transpirar pra conseguir algo, ele desiste.

No caminho da desistência, culpa outra pessoa pelo fracasso: “Eu reprovei nessa matéria porque o professor é incompreensível e não aceitou que eu faltasse mais do que o permitido”; “Se minha mãe comprasse os vegetais que eu gosto, eu me alimentaria melhor”; “eu não produzo mais porque o meu chefe não me motiva o suficiente”.

Em casa, mantém a mesma postura com os familiares. Sua mãe recebe xingamentos no twitter porque não contrata uma internet mais rápida, e ele passa a noite reclamando do pai que ainda não comprou uma TV do tamanho que ele queria.

Outro sintoma decisivo no diagnóstico é a repetição obsessiva de “você arruinou…“.

Resta aos preguiçosos o consolo de que seus antigos desejos e sonhos tinham algum defeito. Eram tão verde quanto as uvas da raposa.

A preguiça cobra um preço, afastando o narcisista dos reflexos tão adorados. Ela acaba embaçando o espelho.

A dupla Narcisismo e Preguiça cria um script que é representado diante das mais diferentes platéias. É um ciclo destrutivo, não sustentável, que demora pra ser percebido, como uma doença crônica.

No emprego, o narcisismo faz com que ele se sinta melhor do que quem tem mais experiência, lhe mantém cego sobre as necessidades dos colegas e dos clientes, faz com que sua avaliação dos resultados seja superestimada. Por sua vez, a preguiça mantém seus resultados medíocres na realidade, lhe tira a consistência do desempenho e bloqueia a dedicação necessária para se tornar significativo na área.

Ele se torna uma pessoa que, no final da carreira, apesar da idade e do tempo de trabalho numa área, depende de favores de um parente distante pra ser encaixado na base da pirâmide de uma empresa.

Onde você empregaria um quarentão que só sabe dar aulas de Word, Excel e Windows 98?

Da mesma forma acontece na vida pessoal.

Quando namora, o narcisismo exige dedicação incondicional. Quer que a namorada lhe aceite do jeito que ele é, esteja presente sempre, e realize todos seus desejos. Mas a preguiça faz com que ele não se dedique a ela, não abra mão de nada de seus costumes, não cumpra nenhuma exigência social, não se afaste um centímetro para dar atenção a ela. É um contrato onde ele tem direito a tudo, e ela só tem direito ao que ele quer, imagina e fantasia. 

Ele acaba levando um pé na bunda, culpando ela por não amá-lo como dizia.

A relação se torna desigual, e o narcisista preguiçoso acaba sendo abandonado pela namorada, amigos e familiares.

Os outros tipos de narcisistas também tem seus defeitos, mas normalmente constroem formas de diminuir seu dano.

Diferente do Narcisista Preguiçoso, o tipo rotulado como Narcisista Esforçado é aquele do biliardário que construiu um império do nada, tem dezessete carros e namora com a atriz/modelo que escolher.

Essas são pessoas que realmente se esforçaram pra alcançar o patamar que almejavam. Ele, que exige muito mas retribui à altura é tolerado e tem todos seus defeitos redimidos quando ele atinge resultados grandiosos, tal qual foi com Steve Jobs.

Os defeitos do narcisista preguiçoso não são amenizados, e por isso difíceis de serem tolerados por um período longo.

A relação desigual que ele estabelece com as pessoas no seu entorno corrói esses vínculos e lhe deixa sozinho, sentado num sofá, reclamando que Steve Jobs roubou aquela idéia genial que ele teve no chuveiro.

ovidioNarcisista Preguiçoso

3 Comments on “Narcisista Preguiçoso”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *