Como eu consegui viver tanto tempo sem isso?

Ontem a noite, estava lendo uns feeds e topei com um artigo de dicas de escritores. Achei estranho quando vários deles falaram, com ênfase, na importância de escrever usando o Scrivener.

UPDATE: O Gustavo Nogueira também ficou tão impressionado que me mandou uma licença. Valeuzão, cara. Fica registrado aqui que o primeiro livro que eu fizer com o programa, eu te mando um exemplar autografado. 😉

Baixei e comecei a testar. E sinceramente, estou chocado.

Editando textos no computador, não na sua cabeça

Nós sabemos que texto tem estrutura. Não é simplesmente jogar palavras no papel. E a maneira como o programa te permite organizar a sequência, as ideias, guardar notas, fazer referências e versões é simplesmente impressionante.

Muito mais fácil organizar qualquer projeto

Gente que quer escrever, baixem e testem. O trial é pra 30 dias, depois tem que pagar. Mas me deu vontade de mandar o Pages pro inferno, diretamente, e eu nem vou falar dos pobres coitados que ainda usam Word. Aquilo é instrumento de tortura.

E esta não é uma resenha paga. Escrevi porque, em menos de 2 horas, acho que quero comprar o programa. Aceito doações também. 😉

0 Comments on “Como eu consegui viver tanto tempo sem isso?”

  1. Vc recomenda esse programa só pra escrever projetos mais longos, como livros, artigos cientificos, etc… ou é bom tbm para escrever posts, crônicas e textos mais curtos?

    1. Para um post ou uma poesia, não sei se é muito útil não, porque dá pra fazer até num guardanapo. Aliás, pra isso, já inventaram o Ommwriter, que te dá paz e te deixa em paz com o texto.

      Mas pra uma historia longa (ou até mesmo para editar uma historia relativamente curta, como as que eu te passei do livro), pode ser uma experiência punk. Você tem acesso a várias versões, e fica mais fácil dividir a obra em pedaços, para trabalhar com cada trecho em específico, além de poder guardar meta-informação (notas sobre personagens, cenas futuras, segredos que não entram agora, mas no futuro você precisa lembrar).

      É uma ferramenta para você se organizar, não pra escrever, entende?

      Os autores do programa são tão consicentes disso que o fizeram compatível com outros programas, tipo o PlainText, que é o programa que eu uso para escrever no iPad, e que salva os trechos na dropbox. Ainda não testei, mas suponho que os pequenos trechos que eu escrever no iPad serão tragados para dentro da obra principal, do jeito que eu organizar. Ótima maneira de fazer pequenas notas para uma obra longa.

      Mas, respondendo rapidamente à sua pergunta, acho que ele não é necessário para uma obra curta.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.