Pau de selfie

Dois mil e quinze e todo mundo conversando sobre a mesma coisa. A conversa no elevador, a reclamação contra os políticos, a burrice da oposição, o medo de uma guerra em outro lugar do planeta e será que isso vai acabar com os preços baixos dos tênis, carros ou videogames?

O filho de fulana passou na faculdade, a tia Crotilde morreu, ninguém sabe o que quer ser quando crescer, principalmente a Larissa, que já tem 17 anos e precisa decidir agora o que vai fazer pro resto da vida, mesmo que inventem a cura do câncer e ela seja uma médica imortal que sempre quis trabalhar na televisão, para todos os séculos, para sempre, amem.

Pobre Larissa.

Ninguém mais sabe quem é Paul McCartney, ninguém lembra dos poemas de amor de Aretino, a música de hoje em dia só fala em sexo e objetificação do corpo feminino.

Estamos todos ficando velhos, perdendo tempo em frente à tevê ou na timeline do Facebook, engordando e ignorando as pessoas desagradáveis da família.

Mas, claramente, você já ouviu essas piadas, já leu essa crônica e até mesmo já cansou de receber mensagens de feliz ano novo. E mesmo assim, a Terra continua dando voltas ao redor do Sol.

Lá vamos nós, começar mais uma. Segure a câmera com força, porque vai balançar.

>>>

* Você deve estar se perguntando a razão do título. Não tem muita, mas como todo mundo está falando sobre o assunto, eu quis dar a minha opinião.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.