Velho iconoclasta

Você já destruiu alguma coisa hoje? Alguma concepção errada, alguma ilusão, alguma falsa verdade?

É impossível acreditar que o mundo atualmente esteja perfeito. Nós estamos carecas de saber que ninguém acha o mundo ideal. Além disso, o mundo (e principalmente a internet) está cheio de pessoas que reclamam, protestam sentados no sofá, e nunca fazem nada para mudar.

Meu coração tem catedrais imensas,
Templos de priscas e longínquas datas,
Onde um nume de amor, em serenatas,
Canta a aleluia virginal das crenças.

Na ogiva fúlgida e nas colunatas
Vertem lustrais irradiações intensas
Cintilações de lâmpadas suspensas
E as ametistas e os florões e as pratas.

Como os velhos Templários medievais
Entrei um dia nessas catedrais
E nesses templos claros e risonhos …

E erguendo os gládios e brandindo as hastas,
No desespero dos iconoclastas
Quebrei a imagem dos meus próprios sonhos!

– Augusto dos Anjos, Vandalismo

A minha proposta de sexta-feira à noite é a seguinte: quebremos os sonhos. Vamos, dia após dia, pensar em algo que era e não é, pensar em algo que foi e não será, e fazer algo para que o destino siga seu rumo.

Vale qualquer paradigma, desde que seja quebrado.

2 Comments on “Velho iconoclasta”

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.