Vontade de arrancar os olhos

Eu entendo a dor de Cassandra.

É muito chato a gente ver um pouquinho além da curva, uma coisa que está prestes a acontecer, mas que a maioria das pessoas não vê. Entendo o tédio. A preguiça que dá de explicar pela milésima vez que o livro didático vai acabar, que o CD vai acabar, que as fronteiras vão acabar, que os partidos do jeito em que estão vão acabar também, e outras besteiras.

Lembro de grandes publicitários que diziam que a internet nunca seria uma grande mídia. De professores que se achavam as únicas fontes do saber.

Na maioria dos casos, é porque a maioria das pessoas não têm as mesmas referências, e não viram as mesmas coisas.

Me parece tão fácil ver que boa parte dos jovens não se sentem representados pela política. Olha o número de abstenções, pô. Olha quantos jovens se interessam pelo assunto, e por quais assuntos se interessam. Prestenção em que partidos estão seguindo. Bisserva onde eles estão, peste.

É muito chato ficar, o tempo inteiro, sentado, gritando que vai bater.

Tá perdido, seu partido? Tá perdido, seu governo? Traga uma criança de 5 anos e pergunte a ela. Ela provavelmente tem mais noção do que está acontecendo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.