Deixando de buscar audiência

Eu ainda não sei direito porque blogo. Não é pra perder tempo, já que passo pouquíssimo tempo pensando na razão pela qual escrevo aqui. Mas há uns 15 minutos, dois cabos cruzaram e eu fiz uma conexão que me pareceu interessante:

  • Eu não escrevo mais o Filtro, do Gogojob. A razão primeira é a mais óbvia de todas: tempo. Tá difícil pra todo mundo, até pra quem não faz nada. A segunda, mais importante, ocorreu-me momentos depois de escrever o post de despedida, inspirado no Pato Fu: eu não estou buscando audiência. Talvez estivesse buscando uma comunidade, mas não era aquilo que eu iria encontrar ali, naquele lugar, naquele momento.
  • Neste post do Chris Brogan, ele explica a diferença entre uma audiência e uma comunidade. A explicação mais simples: pra que lado as cadeiras estão viradas. Se todas estão viradas pra uma cadeira, é audiência. Se não é, é comunidade.

Por que eu quero uma e não outra? A coluna do Gogojob tinha a mesma audiência do WKT (quando eu estou escrevendo, lógico). No Gogojob, há um projeto. Há a vontade de crescer, produzir conteúdo, cobrança, objetivos a cumprir. No WKT, eu escrevo, pergunto, escuto respostas, começo discussões em post que acabam no Gtalk, etc. E aprendo bastante mais. Porque meu objetivo com blogs não é ensinar, nem transmitir o meu conhecimento (pouco), mas terminar aprendendo.

Eu poucas vezes fiz mudanças sérias aqui. Houve uma mudança de layout, de horrível pra feio, que foi comentada pelos visitantes fixos. Uma vez pensei em tirar os links que postava frequentemente, e o Hélio mandou voltar. Agora tão aí do lado, no Livefeed. Tentei colocar no 10seg, mas meu conhecimento de PHP acabou com o projeto.

Consequência: eu coloco aqui no blog o que for necessário pra manter conversas interessantes. É o meu personal mashup MSN+delicious, nada mais. Se quiserem ver o porrilhão de coisas que eu leio diariamente, tá aqui, e não sai. Artigos explicando como eu faço pra lidar com o problema, eu coloco.

Já que eu tinha começado a preparar os posts da semana q vem pro Filtro, e eles não tem onde ir, vou colocar aqui. Se vocês gostarem, eu continuo, no mesmo ritmo do resto do blog, ou seja, mais atravessado que um baterista de blues numa micareta.

O importante é continuar conversando.

(Hélio, se você for continuar nessa sacanagem de não publicar em lugar nenhum, pelo menos vire guest blogger em algum lugar!)

One Comment on “Deixando de buscar audiência”

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.