O século XX tá quase acabando

Eu não gosto de falar de política. É difícil encontrar alguém que concorde comigo, então evito.

Mas Fidel Castro morreu, né, gente? Tipo, até que enfim os amigos revolucionários dele resolveram assumir que ele passou desta para lugar nenhum (afinal, ele era comunista e ateu) e publicaram uma carta dele avisando que ia largar o osso. Muito bonito. Igual à foto do Tancredo. Daqui a uma semana o Sarney assume. Quer dizer, o Raúl Castro, dá igual, tudamesmacoisa.

E o que isso tem a ver com o que eu escrevo aqui? Bom, estou sempre tentando olhar pra frente, entender como vão ser as coisas doravante (vixe, tem coisa mais antiquada que doravante?), etc e tal. E agora a gente tem mesmo que olhar pra frente.

Fidel morreu. O século XX está indo com ele. Muitas das coisas dos séculos XIX e XX estão indo embora, e, sinceramente, é melhor que piquem a mula de uma vez, ao invés de ficar estrebuchando, em estertores que não servem para nada, porque nem família para fazer funeral elas têm.

Fitas VHS. Cds. Dvds. HD-DVD morreu oficialmente na segunda-feira (a Toshiba matou). O formato que ganhou também morre já já. Direitos autorais para discos. Televisão aberta. Comerciais de 30″. Windows[bb] Vista. Revista semanal. Computador de mesa. Telefone de disco. Polaroid (o fabricante também fechou esta semana). Cursinho pré-vestibular. Vestibular. Conteúdo de vestibular.

O mundo gira, a lusitana roda e o tempo não pára. Rei morto, rei posto. E se demorar muito para morrer, a gente ignora e faz um funeral de corpo presente e se mexendo. Há sim, muita gente interessada em que o futuro chegue logo, e muita gente também tentando evitar que ele venha. Quem ganha esta batalha? Os que creem que sempre haverá talões de cheque ou os que querem pagar a conta do bar com uma mensagem de SMS? O tempo dirá.

Os apocalípticos dizem que chega a Era de Aquário[bb], os saudosistas preferem continuar com Peixes, e já tem uns apressados que querem furar fila e entrar logo em Capricórnio. Sei não.

Mas não se preocupem, saudosistas, habituados e acomodados. Muitas coisas vão continuar como sempre foram. Como diria Sócrates, os jovens continuarão sem ouvir nem respeitar os mais velhos (talvez tenha sido Aristóteles, não sei, nunca li nenhum dos dois, sou jovem e irrespeituoso). A Paraíba vai continuar dividida entre vascaínos e flamenguistas, porque um time da 3ª divisão ninguém merece. O povo vai continuar esperando que Lula salve a pátria. O Congresso vai continuar criando CPI atrás de CPI para não ter que legislar. Os jovens ainda vão descobrir Jim Morrison aos 17 anos e achar que foi o maior poeta de todos os tempos, que os adultos vão continuar dizendo que é Shakespeare[bb], apesar de não ter lido nenhum romance dele. O mar vai continuar indo e voltando, e eu espero que a minha cerveja continue geladinha e que o camarão chegue logo.

Artigo publicado no Jornal Contraponto, de João Pessoa, Paraíba, em 2008.[bb]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *