Uma lista de marcas que se lascaram nas redes sociais

Guest post no Mercado no Ar

Acabei de enviar um post pro Mercado no Ar sobre a relação de marcas e campanhas de publicidade com os trolls, online e offline. Já já coloco o link aqui.

No post eu falo de trolls, a campanha de trollagem do @RafaSoto, a maior rede social do Brasil, United Break Guitars e até faço uma sutil e quase inconsciente trollagem do convite que recebi pra escrever lá.

O que é troll?

Trolls, como vocês sabem, são pessoas malvadas que fazem a internet ficar mais divertida. E também conseguem destruir campanhas, chatear diretores de marketing e políticos. Enfim, gente que pode ser boa ou má, gente como a gente.

Como todo tipo de ser humano, é melhor entender o troll do que brigar com ele.

Por isso, recomendo a leitura do post inteiro, que depois vou republicar aqui. VISITA, TROLL.

 

Meu parágrafo favorito do artigo:

Não brigue com as pessoas que estão erradas na internet. Converse, se possível. Tente fazer o seu trabalho direito e pensar sempre em solucionar o problema, nunca em destratar o consumidor. Na hora de discutir com um troll, pense que ele é uma mistura de fofoqueiro com um bully: não adianta reclamar nem chamar a mamãe. Você precisa ser mais engraçado, interessante e rápido que ele.

Mentira. Meu parágrafo favorito é o que eu misturo literatura russa, RPG e redes sociais. Ou seja, que eu provo que não tenho nada de sério na cabeça.

Por mil razões imagináveis: porque não gosta da sua cara, teve uma má experiência, trabalha para a concorrência, porque acha engraçado. Tolstói dizia que todo consumidor é feliz pela mesma maneira, mas cada troll odeia a sua marca de uma maneira distinta. Sábio, o russo.

Brinde que você não encontra lá: Lista de marcas trolladas pelas redes sociais

Para quem se interessa pelo assunto, recomendo a lista do Jeremiah Owyang, com todas as marcas que foram punked pela social media. A lista começa com um rumor da Apple em 2001, e é atualizada frequentemente. Os últimos casos eu nem tinha visto ainda. Recomendo muitíssimo.

0 Comments on “Uma lista de marcas que se lascaram nas redes sociais”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *