Feliz natal e aquilo tudo?

Artigo publicado no Jornal Contraponto, da Paraíba.

Chegou o fim do ano, a época em que todo mundo enche o saco de dizer que deseja coisas que não deseja.

A Ótica Zoião, o Shopping CompreTudo, a Padaria Sonho Eterno, o Lava-a-jato Rapidinha e Molhadinha. Todos eles mandam algum tipo de papel, rádio, carro de som, televisão, algo, para desejar a seus clientes um feliz 2008, de preferência com muitas compras na loja.

Notícia para os senhores anunciantes: ninguém quer ouvir isso. Se você der um desconto, as pessoas vão gostar. Se você der apenas o seu Feliz Natal, pode guardar o dinheiro.

São duas razões práticas:
1- Todo mundo faz igual. Não existe cartão de natal criativo, nem inovador. É um dos poucos casos em propaganda que o famoso sobrinho que faz romepeige faz um trabalho tão bom quanto o Marcello Serpa. Não importa quanto você gaste, o trabalho vai ter a mesma qualidade que aqueles cartõezinhos de papelaria.

2- Se 800 pessoas me desejam feliz natal, eu vou lembrar de todas? É claro que não. Vou lembrar de quem me importa, o que EM NENHUMA HIPÓTESE, inclui a Loja Multimarcas PreçoMínimo, porque a loja não me deseja nada, nem bom, nem ruim, só o meu dinheiro. Não vou lembrar, nem guardar o cartão, o folheto, o anúncio ou o que seja. Você pode até guardar o cartão de natal que a sua avó querida lhe deu. Mas não guarda, e nem se importa, com o da borracharia do Zelão. Se você guardar, é porque tá dando mole pro Zelão, o que é problema seu.

Então, se eu estivesse tentando ensinar algo de propaganda com os cartões de natal (que eu odeio escrever, receber, enviar e tudo o mais), o que seria?

Não faça propaganda que todo mundo faz igual. Ela se perde no meio de uma avalanche incrível, e ninguém lembra. É jogar dinheiro fora.

Não faça propaganda para quem não se importa com você. Nem para quem você não se importa. Não minta. Não diga que deseja saúde e felicidade para pessoas que você, na realidade, só deseja que não sustem o cheque no fim do mês. Também é jogar dinheiro fora.

E, apesar do 13″º, ninguém está em condições de rasgar dinheiro, né?

Bom, feliz natal para quem lê. Espero que tenham gostado deste ano, e que continuem gostando no ano que vem.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.