Redator só sabe usar o word?

Nunca me exigiram, para trabalhar em propaganda, nada mais que saber usar o word, mandar email e pouco mais. Mas sempre existem conhecimentos que ninguém nunca menciona e que terminam sendo”  importantes.

Por exemplo, os conceitos de impressão: CMYK, RGB, tintas, o que é vetor, o que é pixel, photoshop, etc etc etc. São conhecimentos que os diretores de arte acham “importantes demais” para que um redator saiba, mas que terminamos aprendendo, cedo ou tarde, e que não são bichos de sete cabeças. Aliás, sentar e fazer o leiaute, ou o rascunho, porque o diretor de arte não tem tempo, saco ou vontade, deveria ser obrigação de qualquer copywriter que se preze. Por que? Rapaz, pelo mesmo motivo que saber escrever não é obrigação do redator. É obrigação de todo mundo. Então, entender de arte também não pode ser obrigação só do arte.

Um exemplo básico, que me surpreendeu aqui na Espanha: quem escolhe trilha de áudio aqui é o redator. Na minha cabeça, e em Recife, isso era coisa do arte, não? Tipo, música, arte, tal… Nunca tive problemas de escolher música, aliás, prefiro do que deixar meu dupla fazer isso (ele reconhece que é uma nulidade musical), mas se não me interessasse, teria quebrado a cara várias vezes.

E os conceitos de TV? De c”mera, posição, edição, corte? É obrigatório também.

E de internet? Saber a diferença entre HTML, flash e PHP? Como fazer as coisas? Tem que saber também, não?

Então porque ainda dizem que a gente só tem que conhecer o word e pronto?

Por que jogar tudo pro diretor de arte, ou pro produtor?”  Se saber um html mediano (nem basiquinho nem profissional) é possível para qualquer garoto de 14 anos com internet em casa, porque um redator profissional não entende disso?

Deveria entender e por no currículo, ou só continuo conhecendo o básico e escondendo?

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.