US and A têm um novo CTO (hã?)

Coluna publicada em João Pessoa, Paraíba, no Jornal Contraponto

Lá nos US and A, há um candidato à Presidência chamado Barack Obama. Pode ser o primeiro negro a ser eleito. Tem até chances, e tal. Mas eu não vou discutir isso.

Queria falar de uma de suas propostas de campanha mais interessantes: criar um cargo chamado Chief Technology Officer. A maioria das grandes empresas, multinacionais e tal, têm um desses. É o grande chefão de tecnologia, o cabra responsável por escolher que máquinas compram, como vão usar, preparar o futuro informático, etc. Não é o sobrinho que desenha homepage, nem o minino que ajeita as impressoras, que eu tô falando. Por exemplo, na Microsoft, Coca-Cola ou Volkswagen, é um Vice-Presidente que tem essa função.

Nos US and A, seria algo assim também. Caberia a ele, por exemplo, decidir sozinho ou com o próprio Presidente se todos os órgãos do governo passam a Linux ou não, se as escolas devem ser mais ou menos informatizadas, decidir a neutralidade da Internet, fomentar a alfabetização eletrônica, projetos como OLPC e uma infinidade de coisas que Reagan ou Kennedy não precisariam se preocupar. E seria um cargo talvez tão importante quanto um Ministro da Defesa.

No Brasil, o pessoal discute livro didático. O Ministro da Educação vai salvar o mundo com o Bolsa Família. Discute se deve ou não ter merenda na escola. Eu tive professor que não deixava fazer trabalho escolar digitado para que eu não copiasse da enciclopédia, e me obrigava a copiar a mão os textos da Barsa.

Deveríamos discutir quantos alunos aprendem a programar ainda na escola, como pesquisar melhor online, qual é a melhor maneira de aprender e divulgar o conhecimento, e como ganhar com isso.

Discutimos se os EUA vão eleger um negro ou uma mulher para a Presidência. Nós já elegemos um torneiro mec”nico, e o que ele discute? O futuro do Corinthians? Democracia na Venezuela? Ah, “¿por qué no te callas?

Notas
“€¢” ” ”  US and A “€“ país da América do Norte, melhor explicado no filme Borat: Cultural Learnings of America for Make Benefit Glorious Nation of Kazakhstan.
“€¢” ” ”  Minino “€“ o último degrau da escala evolutiva corporativa, pau mandado.
“€¢” ” ”  Sobrinho que desenha homepage “€“ especialista em informática da maioria das empresas do Nordeste.

0 Comments on “US and A têm um novo CTO (hã?)”

  1. Caro, fiquei preocupado. Infelizmente não é só o nordeste que conta com “mininos” e “sobrinhos que desenham homepage”. Há 10 anos como consultor de TI – após 17 como Gerente – constatei essa realidade no sul, sudeste e até na Argentina. No entanto, tenho de esclarecer que mais importante que o CTO são os CIO’s ou Chief Information Officer. E lá como aqui, e muito provavelmente aí ainda se confunde ambas as coisas. Cabe ao CTO correr atrás dos recursos que vão garantir que as estratégias desenvolvidas sob a coordenação do CIO a distribuição daquelas informações que vão garantir à todos os envolvidos verificar em tempo real o sucesso ou não de suas políticas.
    Infelizmente essas coisas demoram tempo para serem compreendidas. Mais ou menos como achar que um bom jornalista pode ser um bom publicitário.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.