Guia prático de Google Reader. Como ler tudo na internet.

Uma das principais funções deste blog é a de guardar as oito mil coisas que eu leio diariamente. No começo do ano, alguns amigos fizeram novamente a pergunta: “Tarrask, #comofas pra ter tempo de ler tanto e ainda conseguir tomar banho?”.

Tela do Google Reader cheia de feeds

Eu tentei por diversas vezes explicar, e uns mizinfios ainda não conseguiram entender. O normal seria esperar alguns anos, até que eles se tornassem adeptos à tecnologia. Porém, o Google Reader tem aquela função maravilhosa de compartilhar conteúdo, então resolvi fazer um guia passo-a-passo, para que todo mundo leia os seus feeds e compartilhe o que ache legal. Comigo e com todo mundo. Nós só ganhamos quando temos mais gente compartilhando.

Por onde começar?

Você tem uma conta do Gmail, então tem uma do Google Reader. Lá no alto do seu gmail há um link Reader, ou você pode digitar reader.google.com e entrar pela primeira vez. Do lado direito ficam os feeds dos sites que você assina, do lado direito, os posts novos.

Escolha seus sites preferidos e adicione-os ao greader.

  • Procure o endereço do feed rss. Na maioria dos sites, o próprio endereço do site é o endereço do feed.

rss do elessabemdemais

  • Clique no botão Add a subscription coloque o endereço que você copiou e clique em Add.

add

  • O Google Reader agora irá, automaticamente, “puxar” todos os conteúdos novos do site, sempre que você conectar. Você tem uma assinatura do site. Caso não tenha nenhuma atualização no GReader, também não haverá no site. Bom, quase sempre. Às vezes ocorre um ligeiro atraso de alguns minutos.

Classifique os seus sites preferidos

Depois de adicionar 50 sites, a coisa pode ficar um pouco confusa. O GReader permite que você crie pastas, classificando o assunto.

addsub

  • Clique no botão indicado pela seta de baixo, e escolha a opção Add a subscription…. Aí, você poderá escolher o nome da pasta. Blogs dos amigos, Spam das Tias, Propaganda, Anúncios, Feeds de ofertas tentadoras no ebay. O que você quiser, e assinar muito. Como vocês podem ver na minha página inicial, na primeira imagem do post, eu tenho uma graaaande divisão, para conseguir organizar uma quantidade grande de feeds.

classifique os seus feeds

  • Em Feed Settings, aparecem todas as categorias de feeds que você tem, então você pode colocar uma ou mais, para cada assinatura que tiver.
  • Também neste menu, há as opções de traduzir, mudar o nome do feed (para páginas que tem nomes estranhos, ou feeds de buscas do google, por exemplo) e Unsubscribe, para as tradicionais faxinas de feeds, tão necessárias.

unsub

Compartilhar: a parte importante do Google Reader.

A melhor função do Google Reader é economizar aqueles emails somente com um link e um texto do tipo: Ei, olha só esse site. Se você é amigo do Bob, sabe o que é isso. Facilitaria bastante a vida se o cumpádi usasse o Google Reader, e compartilhasse, assim:

sharing

  • A Estrela funciona como no Gmail, para separar um post que você quer ler depois, ou qualquer outra coisa. Share é compartilhar com os seus amigos, ouquem você autorizou. Share with note é a função para deixar comentários. Email, pra enviar por email pra alguém (óbvio) via Gmail, então Anna Carmen nunca vai saber pra quê serve (mas ela não lê o blog). Keep unread é útil quando você deixa os feeds na opção só mostrar o que você ainda não leu (como eu faço, para não enlouquecer). Também é possível colocar Tags, e organizar ainda melhor que eu, mas aí você já pode ser internado.

sharing21

  • Nos Sharing Settings você pode escolher compartilhar com todo mundo que fale com você, ou somente com seus amigos, e ainda apagar pessoas que você não quer que leiam o que você escreve. Pode também mandar um email convidando gente para compartilhar com você. Se quiser compartilhar comigo, mande para [email protected]

Opções avançadas:

  • Nas configurações, é possível mudar a etiqueta de vários feeds ao mesmo tempo, procurar dentro deles, exporta-los a um arquivo XML e abrir em outros programas (como o NetVibes e o PostRank), permitindo truques ainda mais espetaculares com os feeds.
  • Você pode pegar o feed de uma busca do Google (digamos, por exemplo, Tarrask) e toda vez que o seu nome for mencionado, você receber somente a atualização. Ou o feed de comentários de um post que você colocou por aí.
  • Existem ferramentas como o antigo AideRSS, agora PostRank, que permitem que você filtre o conteúdo de algum feed. Eu costumo fazer isso com os feeds de referência, ou do delicious, porque geram muitos posts por dia. Depois eu pretendo fazer um post explicando como usar, com um plugin do Firefox.
  • O Feedly é outro plugin do Firefox que permite ver os itens do GReader de maneira mais organizada, quase como uma revista. Também permite que você compartilhe posts de sites que você não assina.

Então, a partir de hoje, quem me mandar um link pro email, eu juro que mato. E quem disser que não tem tempo de ler coisas na internet, eu vou rir na cara. 😛

5 Comments on “Guia prático de Google Reader. Como ler tudo na internet.”

  1. Já disse que adoro esses posts? hehe

    Ando meio sumido daqui, mas vou ler esse post atentamente.

    Abraços.

  2. Eu fico com a janela do iGoogle aberta o dia todo, e lá vejo quando tenho emails novos e quando tenho feeds novos.

    Se ficar com o GReader aberto, não trabalho.

Leave a Reply to Igor Hermes Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.